N Estação

Juntamente aos 20 anos da empresa criamos uma nova marca: a N Estação. Uma empresa séria e comprometida, que busca levar o mais alto nível de recomendação técnica para os seus clientes, necessita de um aporte de área de pesquisa para geração de conhecimento com valor. Pensando assim, a Nativa Agronegócios torna realidade a criação de um centro de pesquisa próprio, com uma excelente localização e o mais importante, um forte capital intelectual envolvido ao longo de todo o processo de geração de conhecimento.

São mais de 300.000 m² de área cultivada, mais de 20 experimentos conduzidos por safra, alinhamento de doses e eficiência de fertilizantes, mais de 800 unidades experimentais instaladas, aos quais visamos desenvolver pesquisa e conhecimento com qualidade e imparcialidade aos resultados gerados.

A demanda para a programação de experimentos flui naturalmente entre os gestores do projeto e também na experiencia de nossos CTV’s no campo, os quais nos trazem informações para serem checadas. Dessa forma é feito um planejamento semestral, para que possamos concentrar na instalação dos experimentos a campo, seja em condições comerciais ou controladas. Contamos com um pesquisador, com um gestor do projeto ligados diretamente a diretoria da empresa para todas as tomadas de decisão, funcionários de campo e estagiários.

Os experimentos são instalados nas mais diversas culturas, das mais variadas formas. Após os plantios, a cada etapa de desenvolvimento das culturas, procede-se as avaliações pertinentes a cada experimento, utilizando das maquinas e equipamentos necessários para tal. A depender dos resultados obtidos ao longo do processo, eventos como dias de campos e encontros técnicos também são e/ou serão realizados.

Após o termino do ciclo das culturas, há o processamento de dados e a geração de circular técnica e treinamentos para a equipe comercial. Dessa forma, conseguimos sempre estar alinhados com os nossos técnicos no campo, disseminando os melhores resultados possíveis para a nossa região.